As grandes atrações da Casa têm sido as exposições e mostras, mesclando um público bastante variado, que vai desde crianças em idade pré-escolar até grupos de terceira idade. O visitante é atraído pela diversidade dos temas apresentados, pela beleza plástica das exposições e pela possibilidade de entrar em contato com um mundo novo, onde ele é o personagem principal. A mídia vem acompanhando estes eventos com notado interesse e, a cada lançamento, confere grande destaque em jornais, revistas, tvs e rádios.

Clicando nos ícones abaixo, você vai conhecer um pouco das exposições e mostras que fazem parte da história da Casa, começando pelas mais atuais.

 

Ciência Hoje 30 anos

Portinari – Arte e meio ambiente
20 de setembro a 16 de dezembro de 2012

Realizada pelo Ministério da Cultura e pelo Projeto Portinari em parceria com a Casa da Ciência da UFRJ, a exposição apresentou 28 réplicas digitais de alta qualidade de obras de CandidoPortinari (1903-1962). As telas revelam imagens da flora, fauna, cultura e do povo brasileiro e pretendem despertar para a importância de transformar o mundo em que vivemos em um espaço melhor e mais bem cuidado. A exposição contou com oficinas de arte-educação, cursos para professores, três edições do Portinari para crianças (Portinari para crianças; Portinari para crianças, é bis!; Portinari para crianças voltou!) e uma edição do Portinari pela paz, em comemoração ao Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento.

Ciência Hoje 30 anos

Ciência Hoje 30 Anos
15 de junho a 8 de julho de 2012

Celebrando o compromisso com a socialização do conhecimento, o Instituto Ciência Hoje, em parceria com a Casa da Ciência da UFRJ, apresentou a exposição Ciência Hoje 30 Anos – uma trajetória contada em meio aos cenários políticos, econômicos e científicos do Brasil e do mundo. O evento contou com programação variada, incluindo palestras, lançamentos de livros e outras atividades, como a Oficina de ciências para surdos e a Tarde com a ciência, um encontro para a realização de experimentos e brincadeiras.

Cadê a Química

Cadê a Química?
17 de dezembro de 2011 a 24 de junho de 2012

Realizada em parceria com a Sociedade Brasileira de Química e patrocínio da Petrobras, do Ministério da Ciência e Tecnologia e do CNPq, a exposição fez parte das comemorações do Ano Internacional da Química. Uma fascinante experiência que busca estimular a imaginação do público, convidado a visitar uma animada casa e desvendar a presença da química em nosso cotidiano. De 13 de agosto a 7 de dezembro de 2012, a exposição pode ser visitada no Centro de Ciências da UFJF, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Sensações do Passado Geológico da Terra

Sensações do Passado Geológico da Terra
8 de fevereiro a 18 de dezembro de 2011

Apresentada em parceria com o Departamento de Geologia da UFRJ e patrocínio da Petrobras, do CNPq e da Faperj, a exposição explorou os sentidos para contar a história geológica da Terra.

 

 

Energia Nuclear

Energia Nuclear
26 de março a 18 de julho de 2010

Para comemorar seus 15 anos, a Casa da Ciência, em parceria com a Comissão Nacional de Energia Nuclear – CNEN, apresentou a exposição ENERGIA NUCLEAR, com seus usos na medicina, na geração de energia elétrica e na indústria. Um espaço interativo com várias atividades para conhecer e reconhecer a presença da energia nuclear na natureza e no nosso dia a dia. A exposição também foi apresentada no Museu da Maré, de 16 de março a 2 de julho de 2011, e no Museu Ciência e Vida, em Duque de Caxias, de 4 de agosto de 2011 a 31 de julho de 2012.

Astronomia para Poetas

Astronomia para Poetas
24 de junho a 12 de julho de 2009

A exposição fotográfica fez parte do ciclo de palestras Astronomia para Poetas 2009, uma parceria entre a Casa da Ciência e o Observatório do Valongo da UFRJ. Com oficinas, planetário inflável, mostra de vídeos, workshop para professores, entre outras atividades, a mostra permitiu contemplar a beleza e imensidão do cosmo e refletir sobre o nosso lugar nesse universo.

Vias do Coração

Ciência Móvel: Vida e Saúde para Todos
2 de abril a 17 de maio de 2009

O projeto Ciência Móvel apresentou as exposições Vias do Coração e Dengue. Realizado pelo Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e a empresa farmacêutica sanofi-aventis, o evento também ofereceu oficinas para crianças, teatro em cordel, vídeos, palestra, atividades da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e contou com a participação do projeto Fuzuê da Dengue.

Paisagens Neuronais

Paisagens Neuronais
6 de janeiro a 15 de fevereiro de 2009

Uma viagem pela evolução do conhecimento do sistema nervoso, desde o início do século XX, através de 50 imagens obtidas com técnicas tradicionais e de vanguarda, em laboratórios de todo o mundo, e 20 desenhos de Santiago Ramón Y Cajal, o “pai da neurociência moderna”. Com parceria do Instituto Cervantes, a exposição contou ainda com mostra de vídeos Ver Ciência, debate, mesa-redonda e palestras.

Anatomia das Paixões

Anatomia das Paixões: a criação do som
29 de outubro a 26 de novembro de 2008

A mostra multimídia propôs um mergulho no sistema auditivo, por meio da fusão entre anatomia, artes plásticas e música. No dia 29 de outubro, o simpósio Anatomia das Paixões: um reencontro das artes e das ciências nas formas plástica e musical, coordenado pela professora Maira Monteiro Fróes, do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, marcou uma homenagem aos 200 anos de criação da faculdade de medicina, a primeira do país.
Galeria de fotos

Uberabatitan ribeiroi

Uberabatitan ribeiroi
25 de setembro a 24 de outubro de 2008

Uberabatitan ribeiroi, o maior dinossauro já encontrado no Brasil, foi apresentado na Casa da Ciência. A descoberta e reconstituição da nova espécie envolveram uma grande equipe de especialistas do Departamento de Geologia da UFRJ, Museu dos Dinossauros de Uberaba, Universidad Nacional Del Cornahue (Argentina) e diversas instituições de pesquisa. Uma réplica-fóssil desse réptil, que viveu há 65 milhões de anos, ficou em exposição até o final de outubro.
Galeria de fotos

Caminhos do Passado, Mudanças do Futuro

Caminhos do Passado, Mudanças no Futuro
6 de outubro de 2007 a 30 de abril de 2008

Em parceria com o Departamento de Geologia da UFRJ e patrocínio da Petrobras, a exposição propôs uma viagem de 150 milhões de anos para contar a história geológica da formação do território brasileiro e de nossas reservas de petróleo.
Previsto para terminar em 29 de junho, o evento foi cancelado no final de abril pela queda de uma palmeira imperial que destruiu parte do telhado do salão de exposições.

Descubra e Divirta-se

Descubra e Divirta-se
18 de janeiro a 12 de junho de 2005

Essa exposição foi montada pela primeira vez em 1998 e, para comemorar os 10 anos da Casa da Ciência, voltou em 2005 de cara nova, com experimentos interativos que reeditaram grande sucesso junto ao público. A Descubra e Divirta-se já itinerou por vários lugares do Brasil, dando à Casa da Ciência o Prêmio de Popularização Científica, oferecido pela prefeitura do Rio de Janeiro e UNESCO.

Roquete-Pinto: um mestre brasiliano
23 de outubro  a 14 de novembro de 2004

Organizada pela Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, em parceria com a Casa da Ciência e a Rádio MEC, a exposição contou com cenários do apartamento de Roquette, farto material iconográfico, além de peças etnológicas reunidas durante a participação de Roquette na expedição organizada por Candido Rondon à Serra do Norte, Mato Grosso, em 1912. 

Ciência dá Samba?

Ciência dá Samba?
2 de setembro a 2 de outubro de 2004

Aqui você vai conhecer um pouco mais sobre a participação da Casa da Ciência na elaboração do enredo O sonho da criação e a criação do sonho: a arte da ciência no tempo do impossível, que deu à Unidos da Tijuca o título de vice-campeã em 2004, e ver a exposição realizada com as fantasias e parte das alegorias que encantaram o público na Marquês de Sapucaí.

DNA50

DNA50, Descobrindo o Segredo da Vida
19 de março a 16 de maio de 2004

A exposição apresentou a história da descoberta da dupla hélice do DNA, através de oficinas, das exposições DNA50, do British Council, DNArte, do Espaço Ciência de Pernambuco, e uma exibição multimídia de DNA 50 anos: uma linha do tempo, do Museu da Vida/Fiocruz.

Baratas & Afins

Baratas & Afins: o notável mundo dos insetos
19 de agosto a 9 de novembro de 2003

A exposição  convidou o público a refletir sobre a importância dos insetos para o equilíbrio ecológico do nosso planeta.

Portinari nos ateliês do samba

Portinari nos ateliês do samba
27 de fevereiro a 13 de abril de 2003

A exposição  e o desfile da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti, com o enredo Tuiuti desfila o Brasil em telas de Portinari, fizeram parte das comemorações que ocorreram em todo o país pelo centenário de nascimento do pintor Cândido Portinari, em 2003.

41/2 Semanas de Arte e Loucura

41/2 Semanas de Arte e Loucura
3 de outubro a 3 de novembro de 2002

Resultado de uma parceria da Casa com o Centro Cultural da Saúde, Instituto Municipal Nise da Silveira, Instituto Philippe Pinel, Museu de Imagens do Inconsciente, TV Pinel e Imagem na Ação, o evento revelou como a arte vem se incorporando às novas formas de relação com a loucura, humanizando a assistência e contribuindo para a desativação gradativa dos manicômios.

Força e Movimento

Força e Movimento
4 de abril a 4 de agosto de 2002

A exposição se constituiu de 36 experimentos interativos que apresentaram fenômenos físicos associados à mecânica. A idéia foi despertar e provocar a curiosidade científica, permitindo a exploração de diversos conceitos presentes no nosso cotidiano.

A Ciência dos Viajantes

A Ciência dos Viajantes
1 de junho a 15 de de julho de 2001

Realizada em parceria com a Casa de Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, a exposição retratou as expedições científicas que ajudaram a escrever a história natural e social do Brasil.

Cinco Anos de TV Pinel

Cinco Anos de TV Pinel
6 a 11 de março de 2001

A TV Pinel, uma iniciativa do Instituto Philippe Pinel, nasceu em 1996 inaugurando um processo comunitário de produção de uma nova imagem da loucura, em que os usuários, num trabalho de criação coletivo, constróem um discurso televisivo bem humorado sobre sua própria condição.

500 Anos de Inventiva no Brasil
11 de janeiro a 25 de fevereiro de 2001

A exposição apresentou diversas invenções brasileiras, que ao longo desses 500 anos de história contribuíram para tornar mais fácil a vida do Homem na Terra. O visitante descobriu o que acontece quando se juntam índios, europeus, africanos, indústria, comunicação e ciência: um estouro de criatividade!

Espelho Espelho Meu...

Espelho Espelho Meu...
17 de agosto a 10 de dezembro de 2000

A exposição discutiu as utilizações científicas e cotidianas dos espelhos, revelando os mitos e mistérios que cercam este objeto tão presente em nosso dia-a-dia.

Chagas do Brasil

Chagas do Brasil - 90 anos da descoberta da Doença de Chagas
30 de março a 18 de junho de 2000

A exposição apresentou ao público os eventos e personagens relacionados à história da descoberta da Doença de Chagas pelo médico e pesquisador Carlos Chagas, em Lassance, Minas Gerais. Também ofereceu informações sobre os principais aspectos científicos e médicos relativos à doença, chamando atenção para a relevância social do tema.

Retrato Brasileiro dos Tristes Trópicos

Retrato Brasileiro dos Tristes Trópicos
4 de novembro de 1999 a 30 de janeiro de 2000

A exposição apresentou, através de 140 fotografias, o olhar do antropólogo Luiz de Castro Faria, representante brasileiro na expedição chefiada pelo francês Claude Lévi-Strauss, no Mato Grosso, em 1938.

O Brasil de Portinari
29 de julho a 10 de outubro de 1999

Exposição com diferentes linguagens museográficas, concebida a partir de 45 reproduções de telas que compõem o acervo itinerante do Projeto Portinari e de nove experimentos interativos que relacionavam as obras aos conceitos básicos da óptica, da luz, da perspectiva e da mistura de cores.

Mostra Interativa de Museus e Centros de Ciências

Mostra Interativa de Museus e Centros de Ciências
14 a 20 de junho de 1999

Uma grande celebração interativa, com experimentos, palestras, teatro, vídeos e oficinas, reuniu o trabalho de divulgação científica realizado por Centros de Ciência do Brasil e do exterior. A Mostra fez parte da Semana de Popularização da Ciência e da Tecnologia no Rio de Janeiro, que aconteceu durante a VI Reunião da Red-Pop - Rede de Popularização da Ciência e da Tecnologia na América Latina e Caribe.
Tecnorama

Tecnorama
6 de abril a 30 de maio de 1999

Você já ficou dentro de uma bolha de sabão? Já dormiu em uma cama de pregos, como um faquir? E carregou uma mala que tem vontade própria? Essas e outras curiosidades puderam ser desvendadas pelo público durante a exposição, que trouxe para a Casa da Ciência os experimentos do Parque de Ciências Tecnorama, de Águas de Lindóia, em São Paulo.

O Homem e sua Trajetória

O Homem e sua Trajetória
15 de janeiro a 14 de março de 1999

Ao longo do tempo, a espécie humana sofreu várias modificações, tanto em seus aspectos morfológicos quanto sociais. A exposição abriu espaço para que o público pudesse vivenciar um pouco deste caminho, convidando-o a conhecer e discutir, de forma interativa, a nossa própria historia, não apenas a do passado, mas a que ajudamos a escrever a cada dia.

Descubra e Divirta-se

Descubra e Divirta-se
13 de maio de 1998 a 13 de dezembro de 1998

Composta por 27 experimentos lúdicos e interativos que demonstravam fenômenos físicos associados ao nosso dia-a-dia, a exposição procurou despertar e provocar a curiosidade científica, permitindo aos visitantes vivenciar diversos conceitos apresentados em sala de aula.

Jóias da Natureza

Jóias da Natureza
05 de fevereiro a 22 de março de 1998

Unindo arte, beleza e ciência, a exposição apresentou a obra de Ângela e Ugo Balsini, uma bióloga e um artista plástico que criam peças retratando detalhes das matas, campos e praias brasileiras. Esses micro-ecossistemas, chamados Nichos Ecológicos, são feitos com elementos verdadeiros das áreas retratadas, coletados no local, tratados e preparados cientificamente e acondicionados em belos prismas de vidro.

Estação Ciência

Estação Ciência
07 a 31 de agosto de 1997

Para mostrar ao público carioca o trabalho desenvolvido pela Estação Ciência, Centro de Divulgação Científica da Universidade de São Paulo, a Casa da Ciência organizou uma mostra composta por experimentos interativos das áreas de biologia, física e meteorologia, fotografias, softwares e vídeos científicos, mostrando um pouco do trabalho que a Estação realiza.

Imagens, Cores e Sons

Imagens, Cores e Sons - Um passeio pela Baía da Ilha Grande
14 de junho a 06 de julho de 1997

É possível estabelecer uma convivência harmônica entre o homem e a natureza? A exposição mostrou costões, manguezais, praias e ilhas que compõem a variedade de paisagens da Baía da Ilha Grande (RJ) como um lugar muito especial, que deve ser compreendido e preservado.

Nossas Florestas Nossa Herança

Nossas Florestas Nossa Herança
25 de março a 20 de abril de 1997

Fruto de uma parceria entre a Casa da Ciência e o Museu Paraense Emílio Goeldi, a exposição foi um convite para a discussão sobre a preservação e utilização racional dos recursos naturais do planeta. Em meio a ambientações e atividades interativas, os visitantes descobriram as inter-relações entre os seres vivos, os hábitos, as culturas dos povos que vivem nas florestas e as espécies ameaçadas de extinção.

Educação em Bytes

Educação em Bytes
1995 / 1996 / 1997

Democratizando o uso da informática na educação, esse evento apresentou em 95, 96 e 97 exposições e mostras itinerantes sobre as possibilidades de utilização pedagógica de equipamentos, softwares e recursos afins.


Vida

Vida
29 de junho a 10 de setembro de 1995

A exposição Vida, evento de inauguração da Casa da Ciência, fruto de uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, foi um convite irresistível aos mistérios do fenômeno da existência. Não só pelo tema, que encanta o homem desde os primeiros registros de sua história, mas pela chance de interatividade que ofereceu ao público.